Rádio e TV Verdes Florestas
Você está lendo »
Publicado em 27 de março de 2017

Botija de gás deve aumentar quase 6% no Acre a partir do dia 27 de março

A botija de gás no Acre deve aumentar 5,9% após a Petrobras anunciar o aumento de 9,8% nos preços do gás liquefeito de petróleo (GLP) para uso residencial que é vendido em botijões de até 13 kg. O reajuste da Petrobras passou a vigorar na última terça-feira (21). Porém, a gerência da distribuidora Fogás informou ao G1 que deve reajustar os preços no Acre a partir de 27 de março.

A Fogás informou também que o reajuste não vale para os botijões de 20 kg e 45 kg e o GLP destinado ao uso industrial não deve sofrer alterações, pois a Petrobras não aumentou os preços desses produtos. Mesmo assim, a distribuidora destacou que as revendas são livres para definir os preços de acordo com a estrutura e custos com manutenção, entre outros.

A distribuidora disse que não possui preços tabelados e que isso depende de outras variáveis como localização e natureza comercial. Em Rio Branco, conforme dados do aplicativo disponibilizado aos clientes pela Fogás, uma botija de 8 kg sai por R$ 42. Dessa forma, como aumento de 5,9%, o valor passaria para R$ 44,4. Já os botijões de 13 kg são vendidos por R$ 61, com o reajuste o preço subiria para R$ 64,5.

Reajuste
O último reajuste realizado pela companhia ocorreu em 1º de setembro de 2015. A revisão dos preços não se aplica ao GLP destinado a uso industrial. A Petrobras informou que o reajuste será aplicado sobre os preços praticados pela companhia, sem a incidência de tributos.

A estatal calcula que o preço do botijão de 13 kg para o consumidor final pode subir 3,1%, ou cerca de R$ 1,76 por botijão, se o aumento for integralmente repassado aos clientes e se mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos.

Fonte: G1 ACRE

gas-2

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)